Poesia Portuguesa

Poemas em Português



Poema Coisas

há coisas que vão ficando
fotografias louças contas antigas
não sei

debruçámo-nos tanto
sobre a minúcia do quotidiano
que o dia a dia excedeu as nossas vidas

não sei como resiste o que perdura

olho o telefone de coração na boca
e aponto coisas para não me esquecer

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)

Poema Coisas - Luís Amorim de Sousa