Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Moralidade

É nosso coração vorage imensa, Em que Honras, Cargos, lúbrica Ventura São dos Desejos vagos a mantença, Que, gozados, os […]

Nos Foge o Tempo

Se mais que aéreas nuvens pressuroso, Se mais que inquietas ondas inconstante, Nos foge o Tempo; é inútil o saudoso […]

Tem a Virtude o Prémio

Tardio às vezes, sempre merecido, Tem a Virtude o prémio aparelhado Ao profícuo talento, ao peito honrado, Que do dever […]

Usos Deste Mundo

Nas praças uns perguntam novidades; Outros dão volta às ruas, ao namoro; Este usuras cobrar, esse as demandas Lembrar corre […]

Desafogo

Onde estás, oh Filósofo indefesso Pio sequaz da rígida Virtude, Tão terna a alheios, quanto a si severa? Com que […]

Saudade Extrema

1 Gentil Rola, que sobre o ramo seco, Desse viúvo freixo, brandas queixas Espalhas toda a noite, e escutas o […]

Que Mimoso Prazer!

1 Que mimoso prazer! Teu rosto amado Me raiou na alma! Oh astro meu luzente! Desfez-se em continente O negrume […]

À Minha Morte

Sei, que um dia fatal me espera, e talha A minha vida o estame: Nem Prosérpina evita uma só frente. […]