Poesia Portuguesa

Poemas em Português



Poema Manhãs de Além-Tunel

I

um túnel um túnel um túnel sem fim
ao fim do túnel sem fim um tonel
um tonel de mel de Além-Túnel

um tonel de toneladas de mel
do mel de um dia melado de luz sem
fim

que compus para ti
para mim

II

te possuí aqui acolá
em tantos sítios
cantados semprencantados

– mas nunca

te possuí ao fim de um túnel
nunca te possuí ao fim
nunca te possuí
nunca

mas quanto te desejei
vãs manhãs, já não sei


Poema Manhãs de Além-Tunel - Carlos Saldanha Legendre