Poesia Portuguesa

Poemas em Português


Poema Por Mostrar o Poder da Formosura

Por mostrar o poder da formosura,
que cativo me fez o peito isento,
desenastrava Sílvia ao fresco vento
os cabelos sobre uma fonte pura:

E vendo ao natural sua figura
tão bela no cristal húmido e lento
sentiu grande paixão no pensamento,
não vendo nele arder nova quentura.

E largando a mão resplandecente,
inquietou as águas sossegadas
dizendo não sereis mais tão ditosas,

Que pois com minha vista morre a gente,
se com me ver não sois chamas tornadas
é porque tendes frio de invejosas.

Poema Por Mostrar o Poder da Formosura - Bernardo Brito