Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Nascente

Quando sinto de noite o teu calor dormente e devagar para que não despertes digo: cedro azul, terra vegetal, ou […]

Amando

Amando fazemos juntos o presépio, com musgo, pinhas, ervilhaca. E ovelhas procurando pelos lábios o campo um do outro. E […]

As Adolescentes

A pele mosqueada da maçã reineta, um ar vago e doce, feliz. Subitamente correm como rapazes, são a corda do […]

Peso do Mundo

A poesia não é, nunca foi uma enumeração ou composto de exuberância, bondade, altitude, nem arado ou dádiva sobre chão […]

Os Loucos

Há vários tipos de louco. O hitleriano, que barafusta. O solícito, que dirige o trânsito. O maníaco fala-só. O idiota […]

Amar

Amar não deve ser desfortuna. O cio transfunde a lagartixa e o homem na criação tenaz. E o buxo, o […]

A Meus Filhos

A meus filhos desejo a curva do horizonte. E todavia deles tudo em mim desejo: o felino gosto de ver, […]

Um Sentido

Porque há um sentido no lírio, incensar-se; e no choupo, erguer-se; e na urze arborescente, ampliar-se; e no cobre, primeira […]

Amo os Teus Defeitos

Amo os teus defeitos, e tantos eram, as tuas faltas para comigo e as minhas; essa ênfase de rechaçar por […]

Cada Segundo

Não desejo a indigência, a serenidade dos lugares desertados: desejo que cada segundo quando amo explodisse e fosse a terra […]

Sítio Exacto

Sei que não acaba o teu prazer, nem o meu. Alguém ama connosco e nos leva ao sítio exacto das […]