Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Memória Consentida

Neste lugar sem tempo nem memória, nesta luz absoluta ou absurda, ou só escuridão total, relances há em que creio, […]

O Sono de Percival

O justo é injusto, o injusto justo é. Débil julguei ouvir tua voz a desoras. Um lamento lento, por certo […]