Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Guerra

São meus filhos. Gerei-os no meu ventre. Via-os chegar, às tardes, comovidos, nupciais e trementes do enlace da Vida com […]

Amor

Vibrátil, fina, perfumada e clara ondula a aragem que o amor provoca. Longe respira a vida. Aqui o sonho. Tudo […]

Poema de Amor

Teu rosto, no meu rosto, descansado. Meu corpo, no teu corpo, adormecido. Bater de asas, tão longe, noutro tempo, sem […]