Poesia Portuguesa

Poemas em Português

A Arte de Ser Amada

Eu sou líquida mas recolhida no íntimo estanho de uma jarra e em tua boca um clavicórdio quer recordar-me que […]

Cidadania

Buquê de ruídos úteis o dia. O tom mais púrpura do avião sobressai locomovida rosa pública. Entre os edifícios a […]

O Livro dos Amantes

I Glorifiquei-te no eterno. Eterno dentro de mim fora de mim perecível. Para que desses um sentido a uma sede […]

Paz

Irreprimível natureza exacta medida do sem-fim não atinjas outras distâncias que existem dentro de mim. Que os meus outros rostos […]

Ode à Paz

Pela verdade, pelo riso, pela luz, pela beleza, Pelas aves que voam no olhar de uma criança, Pela limpeza do […]

O Poema

O poema não é o canto que do grilo para a rosa cresce. O poema é o grilo é a […]

O Testamento dos Namorados

Escolhamos as coisas mais inúteis o verde água o rumor das frutas e partamos como quem sai ao domingo naturalmente. […]

Poema Involuntário

Decididamente a palavra quer entrar no poema e dispõe com caligráfica raiva do que o poeta no poema põe. Entretanto […]

O Espírito

Nada a fazer amor, eu sou do bando Impermanente das aves friorentas; E nos galhos dos anos desbotando Já as […]

Falavam-me de Amor

Quando um ramo de doze badaladas se espalhava nos móveis e tu vinhas solstício de mel pelas escadas de um […]

A Exaltação da Pele

Hoje quero com a violência da dádiva interdita. Sem lírios e sem lagos e sem o gesto vago desprendido da […]

Em Cruz não Era Acabado

As crianças viravam as folhas dos dias enevoados e da página do Natal nasciam os montes prateados da infância. Intérmina, […]

Projecto de Bodas

Hoje apetece que uma rosa seja o coração exterior do dia e a tua adolescência de cereja no meu bico […]