Poesia Portuguesa

Poemas em Português



Poema O Outro

Vão para ti, amor de algum dia,
os gritos rubros da minha alma em sangue;
vives cm mim, corres-me nas veias,
andas a vibrar
na minha carne exangue!

Mas, quando nos teus olhos poisa o meu olhar
enoitado e triste,
vejo-te diferente…
Aquele que tu eras, e que eu amo ainda,
perdeu-se de ti
…e só em mim existe!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Poema O Outro - Judith Teixeira