Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Pecado Original

Sim, Mãe! sim, quanta vez te vi chorar…, Sem desistir de te fazer sofrer! Gozava então nem sei que atroz […]

O Amor e a Morte

Canção cruel Corpo de ânsia. Eu sonhei que te prostrava, E te enleava Aos meus músculos! Olhos de êxtase, Eu […]

Nascença Eterna

Nascença Eterna, Nasce mais uma vez! Refaz a humílima Caverna Que nunca se desfez. Distância Transcendente, Chega-te, uma vez mais, […]

Soneto de amor

Não me peças palavras, nem baladas, Nem expressões, nem alma… Abre-me o seio, Deixa cair as pálpebras pesadas, E entre […]

Litania do Natal

A noite fora longa, escura, fria. Ai noites de Natal que dáveis luz, Que sombra dessa luz nos alumia? Vim […]

Testamento do Poeta

Todo esse vosso esforço é vão, amigos: Não sou dos que se aceita… a não ser mortos. Demais, já desisti […]

Ícaro

A minha Dor, vesti-a de brocado, Fi-la cantar um choro em melopeia, Ergui-lhe um trono de oiro imaculado, Ajoelhei de […]

Narciso

Dentro de mim me quis eu ver. Tremia, Dobrado em dois sobre o meu próprio poço… Ah, que terrível face […]

Natal

Mais uma vez, cá vimos Festejar o teu novo nascimento, Nós, que, parece, nos desiludimos Do teu advento! Cada vez […]

Fado Português

O Fado nasceu um dia, quando o vento mal bulia e o céu o mar prolongava, na amurada dum veleiro, […]

Poema do Silêncio

Sim, foi por mim que gritei. Declamei, Atirei frases em volta. Cego de angústia e de revolta. Foi em meu […]

Sabedoria

Desde que tudo me cansa, Comecei eu a viver. Comecei a viver sem esperança… E venha a morte quando Deus […]

Nasceu um Menino

Nasceu, nasceu um Menino, Nasceu um Menino mais, No bercinho pouco fino Das palhas duns animais! Que num vil curral […]