Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Arte Poética II

Poluída e rútila é a beleza de um verso cercado o movente sangue sobre a neve, lugar sem bússola onde […]

Dois Cimbalinos Escaldados

Não sei, meu amigo, o que irradiava mais calor, se a chávena escaldada, se o cimbalino fervente, se as conversas […]

Rua de Camões

A minha infância cheira a soalho esfregado a piaçaba aos chocolates do meu pai aos Domingos à camisa de noite […]