Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Tateio

Tateio. A fronte. O braço. O ombro. O fundo sortilégio da omoplata. Matéria-menina a tua fronte e eu Madurez, ausência […]

A Vida é Líquida

É crua a vida. Alça de tripa e metal. Nela despenco: pedra mórula ferida. É crua e dura a vida. […]

Te Baptizar de Novo

Te baptizar de novo. Te nomear num trançado de teias E ao invés de Morte Te chamar Insana Fulva Feixe […]

Porque Há Desejo em Mim

Porque há desejo em mim, é tudo cintilância. Antes, o cotidiano era um pensar alturas Buscando Aquele Outro decantado Surdo […]

Colada à Tua Boca

Colada à tua boca a minha desordem. O meu vasto querer. O incompossível se fazendo ordem. Colada à tua boca, […]

Ver-te. Tocar-te

Ver-te. Tocar-te. Que fulgor de máscaras. Que desenhos e rictus na tua cara Como os frisos veementes dos tapetes antigos. […]

Toma-me

Toma-me. A tua boca de linho sobre a minha boca Austera. Toma-me AGORA, ANTES Antes que a carnadura se desfaça […]

Tenta-me de Novo

E por que haverias de querer minha alma Na tua cama? Disse palavras líquidas, deleitosas, ásperas Obscenas, porque era assim […]