Poesia Portuguesa

Poemas em Português



Poema Descante

Nunca te pedirei
o que não possas dar,
ai – pedir sombra ao sol,
doçura ao mar?

Tampouco pedirei
mimo que não tenha preço,
ai – de pobre que sou
bem me conheço.

Não saberia aliás
que prenda acrescentar,
brilho ao sol, talvez,
salina ao mar…

E nem te valeria
a espera na promessa,
ai – eterno é o que passa
mais depressa.


Poema Descante - Geir Nuffer Campos