Poesia Portuguesa

Poemas em Português

O Tempo Gastador de Mil Idades

O Tempo gastador de mil idades, Que na décima esfera vive e mora, Não descansa co’a Fúria tragadora, De exercitar, […]

À Discórdia

Pouco importa amarrar com mão valente A Discórdia infernal, com cem cadeias, Que ela tem subtilezas, tem ideias De saber […]

Paraíso

Sala imensa de luz, que o pavimento Uma esmeralda é só, que tem por tecto Inteiriça safira, que o Arquitecto […]

Estio

Saí da Primavera, entrei no Estio Das fogosas funções da mocidade. Nesta estação louçã da minha idade, Entreguei-me às paixões, […]

Morte

Num imenso salão, alto e rotundo, De caveiras iguais, ossos sem dono, Perpétua habitação de eterno sono Que tem por […]

Inferno

Há no centro da Terra ampla caverna, Reino imenso dos anjos rebelados, Lago horrendo de enxofres inflamados, Que acende o […]

Juízo

Quando, nos quatro ângulos da Terra, Troarem as trombetas ressurgentes, Despertadoras dos mortais dormentes, Por onde um Deus irado aos […]

Ao Tempo

Levanta o pano, ó tragador das eras, A cena mostra das fatais desditas, Pois que no giro das paixões que […]

Página 1 de 212