Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Não há Vagas

O preço do feijão não cabe no poema. O preço do arroz não cabe no poema. Não cabem no poema […]

Extravio

Onde começo, onde acabo, se o que está fora está dentro como num círculo cuja periferia é o centro? Estou […]

Prometi-me Possuí-la

Prometi-me possuí-la muito embora ela me redimisse ou me cegasse. Busquei-a na catástrofe da aurora, e na fonte e no […]

No Corpo

De que vale tentar reconstruir com palavras O que o verão levou Entre nuvens e risos Junto com o jornal […]