Poesia Portuguesa

Poemas em Português

Lentos nos Fomos Esquecendo

Lentos nos fomos esquecendo. Quando o tempo da velhice nos foi vindo a tez apareceu amorenada de anos e afeita […]

A Velhice é um Vento

A velhice é um vento que nos toma no seu halo feliz de ensombramento. E em nós depõe do que […]

Qualquer Coisa de Paz

Qualquer coisa de paz. Talvez somente a maneira de a luz a concentrar no volume, que a deixa, inteira, assente […]

Os Vivos Ouvem Poucamente

Os vivos ouvem poucamente. As plantas, como o elemento aquático domina, são dadas à conversa. A menor brisa abala a […]

O Tempo Vive

O tempo vive, quando os homens, nele, se esquecem de si mesmos, ficando, embora, a contemplar o estreme reduto de […]

Amor à Vista

Entras como um punhal até à minha vida. Rasgas de estrelas e de sal a carne da ferida. Instala-te nas […]

Felizes

Felizes. Porque, ao fundo de si mesmos, cheios andam de quanto vão pensando. E, disso cheios, nada mais sabem. Dão […]

Seria Eterno

Seria eterno, se não fosse entrando por aquele país de solidão, aonde ver a luz alarga, quando e alarga, à […]

Escrevemos Docemente

Escrevemos docemente. Se a figura sobe de estar tão funda a essa mesa é que escrever se lembra. E só […]

A Obra o Leva

Depois de havê-lo feito, a obra o leva pela tarefa maior em que quase de si e dela se desprenda […]